Como dar um passe de limpeza espiritual em si mesmo e nos outros? Aprenda agora!

Os passes de limpeza espiritual são ótimos para equilibrar e harmonizar o organismo de pessoas necessitadas, sendo uma prática muito utilizada em diversas tradições religiosas. Essa ampla utilização dos passes evidencia sua importância nos processos de cura espiritual. Por isso, muitas pessoas se perguntam como dar um passe de limpeza espiritual em si mesmo e nos outros. Será possível?

A resposta para essa pergunta exige o esclarecimento de diversos fatos sobre o passe espiritual, a natureza do ser humano e o processo de cura espiritual. Portanto, se prepare pois iremos lhe explicar tudo sobre o assunto, confira!

O que é o passe espiritual e como ele funciona?

A maioria das pessoas chama de passe espírita o ritual de imposição de mãos com o objetivo de canalizar e emitir energias positivas para uma pessoa. Isso acontece porque a prática com este nome é muito utilizada entre os adeptos da Doutrina Espírita, de Allan Kardec.

Mas o passe espiritual não é exclusividade do Espiritismo. Ele tem sido utilizado por diversas tradições e culturas ao longo da história, variando apenas em suas roupagens, nomes e dogmas de funcionamento.

Aliás, podemos encontrar a imposição de mãos (passe) até mesmo fora de contextos religiosos. Um exemplo disso é a concepção de Franz Anton Mesmer e suas ideias sobre o Magnetismo Animal.

Mas voltando ao contexto espiritual, podemos dizer que o passe consiste em uma canalização e emissão de energias realizada por uma pessoa (passista) com a intenção de provocar alguns efeitos terapêuticos no receptor destas energias.

Este ritual é muito utilizado com o objetivo de curar a pessoa que recebe o passe espiritual, restabelecendo o equilíbrio de seu organismo através da canalização e doação de fluidos (magnéticos, espirituais, energéticos) promovidos pelo passe.

Em “O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec (Codificador da Doutrina Espírita) fala sobre a mediunidade curadora, o passe espírita e a doação de fluidos com o objetivo de cura:

A mediunidade é coisa santa, que deve ser praticada santamente, religiosamente. Se há um gênero de mediunidade que requeira essa condição de modo ainda mais absoluto é a mediunidade curadora. O médico dá o fruto de seus estudos, feitos, muita vez, à custa de sacrifícios penosos. O magnetizador dá o seu próprio fluido, por vezes até a sua saúde. Podem pôr-lhes preço. O médium curador transmite o fluido salutar dos bons Espíritos; não tem o direito de vendê-lo. Jesus e os apóstolos, ainda que pobres, nada cobravam pelas curas que operavam . – O Evangelho Segundo o Espiritismo, página 309

Agora, adentrando em especulações sobre o funcionamento do passe espiritual, podemos analisar a questão compreendendo que o ser humano não é composto somente de um corpo físico. O ser humano possui uma realidade física e uma realidade espiritual que se reflete o tempo todo em sua constituição física.

Leia também:  Mediunidade de incorporação: Sintomas e características. Conheça agora!

Portanto, o passe espírita age justamente na constituição sutil do ser humano, promovendo mudanças espirituais que se refletem no corpo físico de acordo com o sucesso da aplicação do passe e de acordo com outras variáveis como o nível de desenvolvimento espiritual do passista.

Entre essas variáveis, destacam-se o nível de receptividade de quem recebe o passe, a qualidade dos fluidos do passista, seu estado psíquico e a intervenção dos Bons Espíritos na transubstanciação dos fluidos. Além disso, há questões cármicas envolvidas no sucesso da operação.

Como se preparar para dar um passe espiritual?

O passista deve cuidar de sua higiene mental, emocional, física e espiritual, procurando afastar de si quaisquer padrões, ideias, sentimentos ou comportamentos negativos e prejudiciais. Tenha em mente que se você irá doar energia para alguém, então é importante que esta energia seja o mais limpa possível.

Além disso, é indicado que não seja feita uma alimentação pesada ou energeticamente prejudicial no dia ou horas que antecedem o passe. Por isso, o passista poderá abster-se de comer carne, ingerir bebidas alcoólicas, fumar, tomar café e utilizar drogas ilícitas.

A razão para essa higiene é baseada tanto na qualidade dos fluidos que o passista doará ao receptor quanto na qualidade dos seres espirituais que o passista atrairá para si. Afinal, se o passista não estiver suficientemente purificado e elevado em sua vibração espiritual, poderá atrair energias e espíritos densos que podem não estar comprometidos com o trabalho de cura.

Além disso, a utilização de drogas e a alimentação pesada pode prejudicar seriamente a capacidade de concentração para a prática do passe espiritual, podendo dificultar ou até mesmo impedir a prática e o sucesso da aplicação do passe.

Como dar um passe espiritual em si mesmo (autopasse)?

Muitas pessoas pensam que não é possível dar um passe em si mesmas, mas isso não é verdade. Todos os seres humanos podem influenciar seu próprio campo energético-espiritual através de passes, orações e outros rituais.

Portanto, o autopasse espiritual é possível e consiste em uma prática muito fácil e extremamente válida para mantermos nosso bem-estar. Porém, para garantir o sucesso do autopasse, é importante que você se prepare bem para fazê-lo, tratando essa prática como algo sagrado e funcional.

Para dar um passe espiritual em você mesmo, proceda da seguinte forma:

Mergulho Interior

  • Dirija-se à um local onde você tenha privacidade e poucas distrações
  • Deite-se ou sente-se e, fechando os olhos, respire profunda e lentamente pelo nariz
  • Concentre-se na sua respiração por alguns instantes
  • Eleve seus pensamentos ou faça uma pequena prece mentalmente, pedindo o auxílio de Deus ou entidades espirituais de sua escolha no seu autopasse.
  • Após isso, você pode começar o passe espiritual em si mesmo passando a palma de suas mãos sobre o topo de sua cabeça sem encostá-las na pele, enquanto visualiza uma luz branca curadora e purificadora emanando de suas mãos.
  • Então, vá fazendo isso por todo o seu corpo, sempre partindo de cima para baixo, como se você estivesse empurrando as energias negativas para baixo e substituindo-as por energias positivas.
  • Você poderá dar maior atenção aos locais do seu corpo onde existam enfermidades conhecidas, ficando mais tempo nestes locais. Além disso, você poderá se focar na posição dos chakras.
  • Talvez você sinta a necessidade de limpar suas mãos e braços durante o processo. Então, se você assim desejar, dê passes em suas mãos e braços enquanto achar necessário.
  • Após sentir que seu passe foi feito com sucesso, agradeça a Deus e aos Bons Espíritos, finalizando o passe com a certeza de que você está totalmente limpo e equilibrado.
Leia também:  O que o médium sente quando vai incorporar? Descubra agora!

Essa prática é muito funcional e seus resultados poderão ser sentidos quase que imediatamente, se manifestando na forma de uma grande sensação de bem-estar e leveza. É interessante que você realize esse exercício sempre que sentir a necessidade de se purificar espiritualmente.

Como dar um passe espiritual nos outros ou em animais como cães e gatos?

Este é um tema um pouco mais delicado, pois dar um passe espiritual em uma pessoa ou animal é uma responsabilidade um pouco maior, envolvendo uma troca de energias e uma interação espiritual profunda entre ambos.

É por isso que em diversos paradigmas religiosos esta prática não é indicada fora do ambiente religioso (centro espírita, templo, igreja) e sem que seja realizada por um passista experiente.

Existem inúmeras técnicas de passes espíritas (passe perpendicular, passe de dispersão, logitudinal) e muitos detalhes que devem ser levados em consideração na hora de dar um passe em alguém. Por essas e outras razões, não indicamos que você faça isso sem o treinamento e apoio adequados.

Mas não fique desanimado, você poderá encontrar diversos locais que realizam a aplicação de passes e que ensinam a prática, como os Centros Espíritas. Além disso, existem tradições, como o Reiki, onde isso é amplamente ensinado após uma iniciação.

Agora, se ainda assim você quiser arriscar e dar um passe por conta própria, o mesmo método do autopasse pode ser seguido com algumas pequenas alterações e adaptações. Porém, reiteramos, não indicamos que você dê passes em outras pessoas ou em animais sem o treinamento e experiência adequados.

Sintomas do passe espiritual (durante ou depois do passe)

Antes, durante ou depois do passe espírita, muitas pessoas podem passar mal, sentir tonturas, dores de cabeça, sensação de teias de aranha tocando o corpo, sensações de calor ou frescor, ouvir ruídos ou até mesmo sentir enjoos.

Leia também:  Sinais de espíritos por perto - Aprenda a identificar!

Isso tudo é natural, pois o passe movimenta energias atuantes no organismo do receptor do passe, gerando repercussões temporárias. Além disso, existe a aproximação das entidades espirituais desencarnadas envolvidas na atividade.

Algumas pessoas podem sentir vontade de chorar, sentimentos elevados de muita gratidão, euforia e bem-estar. Os sintomas variam muito e seria impossível mencionar todos eles, pois cada pessoa reage de uma forma bastante distinta ao passe.

No geral, os sintomas são acompanhados de grande bem-estar, paz, serenidade e sensação de “descarrego espiritual”. A pessoa pode sentir que tirou uma tonelada de peso de suas costas, se sentindo livre, plena e feliz ou com bastante sono.

Como aproveitar melhor o passe?

Os efeitos benéficos do passe espírita são incríveis, mas precisam de cuidado e manutenção para que perdurem. Afinal, de nada adianta receber um passe e logo depois nutrir maus pensamentos, palavras e ações.

Por isso, após o passe, procure manter a atmosfera de paz, serenidade e elevação de pensamentos que você experienciou durante o ritual. Desta forma, você conseguirá aproveitar de uma forma muito mais duradoura os efeitos benéficos do passe magnético, podendo se sentir plenamente equilibrado e espiritualmente limpo.

Além disso, é muito importante que você desenvolva sua espiritualidade e promova um fortalecimento espiritual em si mesmo. Assim, você melhorará suas defesas energéticas e diminuirá a ocorrência de ataques espirituais.

Ainda, antes de dormir, faça a oração espírita da noite e demais orações que visem seu equilíbrio espiritual. Ao acordar, faça a oração espírita da manhã. Pratique meditação, realize uma limpeza psíquica antes de dormir ou faça um trabalho de limpeza dos chakras.

Por fim, a melhor maneira de se equilibrar e garantir boas experiências espirituais após o passe espírita é realizar um desenvolvimento espiritual e uma reforma íntima. Para alcançar esse resultado, indicamos a leitura do e-book Mergulho Interior.

Nele, você aprende a como se desenvolver espiritualmente a partir do autoconhecimento e de técnicas baseadas em estudos de grandes místicos. Clique aqui e conheça o livro!

Desta forma, você se tornará mais espiritual e deixará de dar brechas para a ação de entidades negativas que atrapalham sua vida. Assim, você poderá aproveitar melhor as experiências diárias, usufruindo de todos os benefícios do passe espírita, podendo viver de forma equilibrada, saudável e feliz. 


Gostou do artigo? Então COMPARTILHE!!


O site Espiritualidade Divina é um projeto que visa trazer mais espiritualidade ao mundo através do conhecimento. Afinal, em meio a todo o ceticismo que ronda a sociedade atual, os temas espiritualistas devem ser colocados em pauta visando a evolução da humanidade.


Deixe uma resposta