Vontade de chorar do nada: Significado espiritual incrível! | Espiritismo

Chorar faz parte da vida e o ser humano entende isso muito bem. Choramos por felicidade e tristeza, por amor e ódio. Isso demonstra o quanto o ato de chorar é uma expressão simbólica da nossa realidade interior. Porém, existe uma situação onde as pessoas sentem vontade de chorar do nada, sem nenhuma causa aparente. Será que este fenômeno é espiritual? Continue lendo este artigo e descubra!

O choro e as emoções

O ato de chorar é uma das ações orgânicas mais simbólicas, marcantes e expressivas da vida humana. Quando uma pessoa chora, independentemente do motivo, abre-se uma janela entre seu coração e o mundo exterior.

O momento do choro é um momento de entrega, vulnerabilidade, alívio e derramamento de emoções. Quando as lágrimas caem, elas carregam consigo uma grande carga emocional.

Chorar é como abrir as comportas de uma represa de sentimentos, permitindo que uma imensidão de emoções desçam pela face das pessoas, aliviando toda a pressão que aquelas emoções represadas estavam causando.

Quando as pessoas vêem uma pessoa chorando, elas sentem uma forte empatia e procuram tentar ajudar de alguma forma. É uma situação bem marcante, pois é uma troca emocional onde alma encontra alma, mesmo que por um breve momento.

Qual a explicação espiritual para a
vontade de chorar do nada?

Mas existe uma situação onde o choro não parece fazer sentido. É o momento em que a pessoa sente uma vontade de chorar que vem do nada e que pode passar tão rapidamente quanto chegou.

Quase sempre essa sensação não acontece em momentos de tristeza, nem em momentos de extrema felicidade. Em alguns casos, uma pessoa pode sentir vontade de chorar sem estar sofrendo com alguma pressão emocional.

Leia também:  Como fazer uma limpeza psíquica antes de dormir

Então, qual será a explicação para isso? Será que esse tipo de vontade de chorar que vem do nada tem origem espiritual? Será que o Espiritismo tem a resposta? A resposta é sim, a sensação de chorar que vem do nada pode ter origem espiritual.

Existem casos onde uma pessoa pode acreditar que sentiu vontade de chorar sem nenhum motivo, mas na verdade algo a fez relembrar de algum momento triste ou de uma emoção mesmo que de maneira inconsciente, despertando essa sensação de chorar que aparentemente vem do nada.

Nesses casos não é uma questão espiritual mas uma manifestação do próprio subconsciente da pessoa. Porém, a pessoa não foi capaz de identificar o momento, a lembrança ou o sentimento que causou a vontade de chorar.

Médiuns sensitivos e a vontade de chorar – Espiritismo

Porém, existem casos onde uma pessoa pode sentir vontade de chorar ao receber uma impressão espiritual proveniente da presença de algum espírito desencarnado que se aproxima dela. Isso é muito comum nos médiuns sensitivos ou impressionáveis.

Sobre os médiuns sensitivos, Allan Kardec (codificador da Doutrina Espírita) fala o seguinte no Livro dos Médiuns, página 240:

Chamam-se assim às pessoas suscetíveis de sentir a presença dos Espíritos por uma impressão vaga, por uma espécie de leve roçadura sobre todos os seus membros, sensação que elas não podem explicar. Esta variedade não apresenta caráter bem definido. Todos os médiuns são necessariamente impressionáveis, sendo assim a impressionabilidade mais uma qualidade geral do que especial. É a faculdade rudimentar indispensável ao desenvolvimento de todas as outras. Difere da impressionabilidade puramente física e nervosa, com a qual preciso é não seja confundida, porquanto, pessoas há que não têm nervos delicados e que sentem mais ou menos o efeito da presença dos Espíritos, do mesmo modo que outras, muito irritáveis, absolutamente não os pressentem. Esta faculdade se desenvolve pelo hábito e pode adquirir tal sutileza, que aquele que a possui reconhece, pela impressão que experimenta, não só a natureza, boa ou má, do Espírito que lhe está ao lado, mas até a sua individualidade, como o cego reconhece, por um certo não sei quê, a aproximação de tal ou tal pessoa. Torna-se, com relação aos Espíritos, verdadeiro sensitivo. Um bom Espírito produz sempre uma impressão suave e agradável; a de um mau Espírito, ao contrário, é penosa, angustiosa, desagradável. Há como que um cheiro de impureza. – O Livro dos Médiuns , Página 240

Mergulho Interior

Como podemos ver, os médiuns sensitivos ou impressionáveis possuem uma sensibilidade espiritual ou mediúnica que permite que eles sintam, até mesmo fisicamente, a aproximação dos espíritos e suas características espirituais.

Assim, seja por sintomas físicos ou emocionais, esses médiuns podem sentir uma vontade de chorar “do nada” quando um espírito com uma marca energética de muita tristeza se aproxima deles.

Isso acontece por causa da sensibilidade e da sintonia entre o médium e o espírito, fazendo com que o médium seja capaz de sentir o que permeia a atmosfera espiritual do desencarnado, incluindo suas emoções, dores e paixões.

Assim, sentir vontade de chorar do nada pode ser sintoma da presença de alguma entidade espiritual que se aproximou e se sintonizou com a pessoa sensitiva, causando a sensação do choro.

Isso não se limita ao choro, pois em alguns casos a pessoa pode sentir raiva, vontade de agredir alguém, vontade de quebrar algo ou até mesmo sentir boas inspirações quando a entidade que se aproxima é benéfica ou um espírito de luz.

Vontade de chorar do nada e a emoção dos encarnados

Por fim, ainda existe a possibilidade do sensitivo estar captando a vibração emocional de pessoas encarnadas, sentindo essa sensação como uma vontade de chorar que aparece do nada.

Talvez um vizinho próximo pode estar triste ou até mesmo um ente querido com quem você se sintoniza. Dessa forma, sentir vontade de chorar do nada pode ser resultado da percepção das emoções de pessoas encarnadas (empatia) e também de desencarnadas.

Vontade de chorar do nada, como fazer isso parar?

Quando você sentir vontade de chorar do nada, reflita se esse impulso partiu de você mesmo. Às vezes você está se sentindo emocionalmente afetada por alguma questão presente na sua vida ou alguma questão do seu passado.

Porém, se você sentir que essa impressão não é sua mas sim de uma presença espiritual externa, faça um esforço para mudar sua sintonia espiritual. Para isso, faça uma oração, acenda um incenso, procure sair e sentir a luz do Sol.

Veja um filme de comédia ou faça uma leitura produtiva e inspirada. Procure conversar com as pessoas próximas para ver se você consegue mudar sua sintonia e se sentir melhor.

Além disso, é recomendado que você procure um médico no caso de estar experimentando essa sensação de maneira frequente, pois pode existir algum desequilíbrio orgânico que cause isso.

Após afastada a origem orgânica, faça trabalhos de fortalecimento espiritual e uma limpeza psíquica todas as noites antes de dormir. Além disso, faça uma oração todas as noites e todas as manhãs.

Realize práticas que visem promover sua liberdade espiritual e seu desenvolvimento espiritual. Dessa forma, você evitará se sintonizar com espíritos tristes ou espíritos obsessores que estejam apegados aos planos de consciências mais densos.


Gostou do artigo? Então COMPARTILHE!!


Mergulho Interior


Deixe uma resposta