A ação dos espíritos obsessores no casamento

A ação dos espíritos obsessores no casamento pode ter consequências terríveis, gerando separações traumáticas e muito sofrimento aos envolvidos.

Por isso, é importante estar atento aos sinais desses espíritos. Se você quer proteger seu relacionamento  da ação dessas entidades, continue lendo este artigo!

Quem são e como agem os espíritos obsessores?

Espíritos obsessores no casamento

Os espíritos obsessores são entidades espirituais que se ocupam em causar transtorno e prejudicar a vida das pessoas. Esse tipo de entidade consegue realizar verdadeiros estragos nos relacionamentos amorosos, na vida profissional, na harmonia familiar e em muitas outras áreas da vida dos seres humanos.

O mecanismo de ação dessas entidades se fundamenta na sua capacidade de manipular pensamentos e emoções das pessoas, levando elas à um total estado de fragilidade espiritual e energética, impactando até mesmo a saúde física de suas vítimas.  Fazendo isso, estes espíritos conseguem manipular pessoas e situações, destruindo casamentos e famílias.

Além disso, o espírito obsessor suga constantemente a energia vital de suas vítimas e a utiliza como meio para obter as sensações que gostava de ter enquanto estava encarnado no mundo material. Esse tipo de situação faz  com que ele estimule vícios e falhas nas pessoas para induzi-las a agir conforme a sua vontade.

Por que os espíritos obsessores atrapalham casamentos?

obsessores no casamento

Existem diversas razões pelas quais um espírito obsessor atrapalharia um casamento.

Em primeiro lugar, deve ser analisado que um casamento é uma união entre duas pessoas que, em teoria, se amam e que são felizes juntas, apoiando uma à outra e gerando harmonia e muitos frutos positivos para a vida dessa família.

Então, motivados pelo ódio por uma pessoa, os espíritos obsessores podem realizar ataques ao casamento como forma de desestruturar física, mental e emocionalmente as suas vítimas. Agindo assim, o espírito obsessor conseguiria causar muito sofrimento e fragilizar a vítima de seu ódio, deixando-a vulnerável ao resto de seus ataques.

O espírito obsessor conhece a realidade espiritual de seus alvos e pode agir sobre seus relacionamentos amorosos como forma de se vingar e fragilizar a pessoa para poder induzi-la mais facilmente à situações extremas, como vícios e até mesmo o suicídio e homicídio.

Leia também:  Porque espíritos aparecem em fotos? DESCUBRA AGORA!

Se motivada pelo ódio, essa classe de espíritos não visa nada a não ser a destruição de suas vítimas. Portanto, atacar os relacionamentos, emprego, família e o casamento são ótimas formas de realizar seu intento. Por isso, é importante que os casais busquem fortalecimento espiritual e estejam sempre atentos aos sintomas desses ataques.

Sintomas da ação de obsessores no casamento

Espíritos obsessores no casamento

Agora que sabemos como essas entidades agem, devemos analisar os sintomas mais comuns da presença de espíritos obsessores no casamento.

A maioria dos sintomas tem correlação direta com a velha natureza humana, que por si só, é repleta de defeitos, permitindo que os espíritos malignos possam atuar nas pessoas usando suas próprias fraquezas.

Os sintomas mais comuns da ação dessas entidades nos relacionamentos amoroso estão diretamente relacionados às áreas que mantém o relacionamento de pé. Ou seja, eles vão atacar a convivência, a confiança, a sexualidade, as finanças, a família e muito mais. Os seguintes sintomas são os mais comuns:

  • Ciúmes excessivos -sem motivos- de uma hora pra outra
  • Desinteresse sexual sem motivo
  • Brigas  excessivas ( o casal não consegue ficar próximo sem brigar)
  • Mudanças de personalidade dos cônjuges
  • Agressões verbais e até mesmo físicas
  • Traição e vícios ( drogas, jogos de azar, bebidas, pornografia)
  • Problemas financeiros sem motivo aparente
  • Sensação de que tudo dá errado na família
  • Problemas de comportamento dos filhos
  • Ausência de cumplicidade e manipulação dos filhos como vingança

Obviamente, nem todos os problemas são causados por obsessores e, em muitos casos, estes problemas são decorrentes de pessoas defeituosas e de relacionamentos disfuncionais por natureza.

O que faz dessas características sintomas da presença de obsessores no casamento é a questão de tudo ser atípico. Ou seja, não aconteciam antes e começaram a se intensificar de um momento para o outro.

Leia também:  Reencarnação - Fatores de vidas passadas que interferem na sua prosperidade financeira

Como proteger seu relacionamento  amoroso dos obsessores?

Espíritos obsessores no relacionamento

Para que um casamento ou qualquer tipo de relacionamento amoroso seja protegido da influência de espíritos maléficos, é necessária uma reforma íntima e um fortalecimento espiritual das pessoas envolvidas. 

Os obsessores só conseguem agir com base na influência e, caso a pessoa esteja fortalecida, esses espíritos não terão “portas” por onde entrar na vida dessas pessoas.

Por isso, é recomendado que o casal esteja sempre atento à falhas em seus comportamentos e tentem trabalhar em conjunto para se fortalecerem. Para isso, é recomendado que o diálogo e a compreensão sejam trabalhados. Além disso, manter uma atitude de parceria e positivamente perante os problemas é uma ótima forma de dissuadir os obsessores.

Quando um casal está “firme e forte” e trabalha em conjunto contra as adversidades, os espíritos obsessores percebem que seus ataques não vão surtir efeito e, em muitos casos, são dissuadidos em sua vingança pessoal por causa do exemplo visto no casal.

Agora, na parte espiritual, o casal deve trabalhar para manter uma boa sintonia espiritual, evitando se misturar com energias densas e com situações que não sejam positivas. Uma forma de manter a boa sintonia é fortalecer sua energia espiritual, manter uma prática diária de meditação e buscar desenvolver sua espiritualidade o máximo possível.

Nesse ponto, a pessoa deve realizar esforços pra ser mais espiritual e aumentar o conhecimento de si mesma. Fazendo isso, tanto a pessoa quanto seu casamento estarão mais protegidos da influência dos espíritos negativos, podendo funcionar com toda a harmonia necessária.


Gostou do artigo? Então COMPARTILHE!!


Relacionamento na prática


RECOMENDADO PARA VOCÊ:

Deixe uma resposta