Mediunidade aflorada e seus sintomas – DESCUBRA AGORA!

É comum que muitos médiuns não saibam identificar que são portadores da mediunidade e em muitos casos acabam sofrendo muito até se dar conta de que são médiuns. Neste artigo abordaremos a questão da mediunidade aflorada e seus sintomas para ajudar a todos os que possam estar sofrendo com o desequilíbrio mediúnico.





O que é mediunidade aflorada e quais são seus sintomas?

Mediunidade aflorada e seus sintomas

Mediunidade é a capacidade de sentir em maior ou menor grau as energias e vibrações espirituais, como ver, sentir, e até ouvir espíritos ou outros tipos de energia e entidades.

O termo mediunidade foi definido por Allan Kardec e o mesmo afirma que todos nós somos mais ou menos médiuns e o que varia é somente o grau de sensitividade de cada um de nós para com o mundo espiritual.

Algumas pessoas já nascem com uma sensibilidade e habilidades mediúnicas já bem afloradas, mas algumas podem experimentar o afloramento de sua mediunidade em idades mais avançadas, no geral na fase da adolescência.

Variando o período, de acordo com a fisiologia e missão de cada um, este afloramento da mediunidade produz certos sintomas que começam a ser notados repentinamente e podem causar estranheza e até mesmo medo nos médiuns inexperientes que ainda não entendem o que está ocorrendo com eles.

Se mediunidade é a capacidade de sentir e ser intermediário entre o mundo físico e espiritual, os sintomas que podem ser experienciados por um médium inexperiente que está sofrendo com o afloramento de suas capacidades mediúnicas são predominantemente de natureza energética e espiritual.

Devemos nos atentar ao fato de que o nosso lado espiritual pode acabar afetando nosso corpo físico e quaisquer desequilíbrios no corpo energético do médium pode acabar sendo refletido na saúde física ou mental do indivíduo.

Leia também:  Mediunidade de efeitos físicos - Sintomas

Sintomas mais comuns da mediunidade aflorada

Mediunidade aflorada e seus sintomas

Os sintomas mais comuns do despertar da faculdade mediúnica incluem:

 

          • Pressentimentos
            A pessoa pode passar a ter pressentimentos de forma muito frequente e que podem se revelar verdadeiros posteriormente quando o fato ocorre.
          • Depressão
            Alguns médiuns podem sofrer de depressão pois são mais suscetíveis às influências espirituais e quando não dominam sua mediunidade podem acabar sendo vítimas de espíritos e entidades negativas.
          • Sensação de toques em seu corpo
            Alguns portadores de mediunidade podem se sentir tocados mesmo sem ter ninguém por perto. Nestes casos o toque físico não ocorre, pois os espíritos não nos tocam, mas os espíritos conseguem passar esta impressão de toque ao médium.
          • Paralisias do sono (catalepsia)
            Portadores de mediunidade aflorada podem sofrer com paralisias do sono que  podem ser traumatizantes para quem não conhece e nada sabe sobre elas e seu potencial espiritual.
          • Visões de vultos e espíritos
            É comum que médiuns aflorados pensem que estão ficando loucos quando começam a ver espectros, sombras, luzes e vultos e nada podem fazer para interromper estas visões. Se isto estiver ocorrendo com você é necessário que você inicie um processo de desenvolvimento da mediunidade para que estes problemas diminuam e possam ser controlados.
          • Ouvir vozes
            É muito comum que médiuns em desequilíbrio ou iniciantes fiquem ouvindo vozes sem explicação física que chamam por eles, pedem coisas, xingam etc.





      • Sentir a energia de ambientes e pessoas
        As vezes um médium aflorado pode começar a se sentir mal ao entrar em um ambiente ou mesmo começa a se sentir mal em ambientes muito cheios de pessoas. É possível que também passe a ter sentimentos estranhos por pessoas que mal conhecem, como ódio, antipatia ou desconfiança. Nestes casos a sensitividade está bem acentuada e a pessoa passa a agir como uma esponja energética absorvendo todas as impressões energético-espirituais do ambiente e das pessoas ao seu redor.
      • Dores inexplicáveis
        Médiuns aflorados podem acabar por sentir as influências de pessoas desencarnadas que podem estar ao seu redor e podem acabar sentindo os sintomas que aquela criatura ainda tem como impressões astrais, como dores, frio, sede ou fome. Geralmente são dores associadas com a forma de desencarne/morte daquela entidade que “encostou” no médium.
      • Problemas respiratórios (bronquite)
        Problema bastante comum em médiuns inexperientes/desequilibrados que pode ser decorrente de ataques espirituais. Junto com estes problemas respiratórios é possível que ocorram problemas de baixa imunidade e depressão.
      • Sentir quando alguém está mentindo
        Um médium sensitivo aflorado pode facilmente identificar a mentira no rosto das pessoas. Ele ouve a pessoa falar e mesmo sem razão lógica ele acaba sentindo que aquilo é mentira. Isso acontece porque o médium tem a capacidade de sentir o campo espiritual e perceber o verdadeiro teor do que aquela pessoa que está mentindo está dizendo.
      • Conhecimento sobre assuntos que não domina
        É possível que você se perceba falando sobre algum assunto que você não se lembra de onde aprendeu e é possível que você realmente nunca tenha aprendido sobre este assunto na vida atual porém alguma ligação energético-espiritual está lhe passando esta informação.
      • Sonhos vívidos
        Os seus sonhos começam a se tornar mais vívidos e se lembrar deles se torna mais frequente. Sua ligação com o seu subconsciente vai se tornando cada vez mais “fácil”.

      Estes foram alguns dos sintomas da mediunidade aflorada, porém deve-se levar em consideração que caso você esteja experienciando algum sintoma listado acima é importante que busque um médico para tentar descobrir se existem razões orgânicas provenientes de alguma enfermidade.





      Cadastre-se e receba novidades por email!

      Após descartar qualquer origem orgânica, se você tem a maioria dos sintomas acima é muito possível que você seja um médium com grande sensibilidade e um desenvolvimento mediúnico se faz necessário para que você possa controlar esta habilidade e torná-la útil para si.

    •  

Gostou do artigo? Então COMPARTILHE!!



RECOMENDADO PARA VOCÊ: