Quando você pensa muito em uma pessoa, ela sente? Descubra agora!

Pensamos nas pessoas por diversas razões e nem sempre temos controle sobre isso. Com certeza você já se pegou pensando demais em uma pessoa por diversas razões, incluindo o amor, a paixão, as ligações familiares e até mesmo o ódio. Mas será que esses pensamentos tem algum efeito fora da sua própria mente? Será que quando você pensa muito em uma pessoa, ela sente?

Essa é uma dúvida muito comum, afinal, quem nunca se pegou pensando em alguém de um jeito quase obsessivo sem conseguir parar? Isso é ainda mais comum nas paixões de adolescência ou na fase adulta quando a flecha do cupido atravessa nossos corações e nos deixa totalmente apaixonados.

Mas nem só de paixão vivem os pensamentos recorrentes, pois o ódio, a amizade e a preocupação com familiares também podem nos deixar com esse tipo de fixação, podendo fazer com que pensemos em uma pessoa o dia inteiro ou até mesmo durante nossos sonhos.

Esses pensamentos fazem parte da natureza humana e tendem a sumir após algum tempo. Aliás, como dizem, o tempo cura tudo ou quase tudo! Mas voltando a questão inicial, quando pensamos muito em alguém, essa pessoa sente? A resposta para esta pergunta pode ser encontrada na literatura da Doutrina Espírita (Espiritismo), então vamos respondê-la agora.

A transmissão de pensamentos de uma pessoa para outra é possível? Há a possibilidade dela sentir?

A transmissão de pensamentos de uma pessoa para outra é possível e acontece o tempo todo. Os seres humanos encontram-se imersos em uma grande atmosfera espiritual que conecta todos os seres vivos. Aliás, devemos nos atentar ao fato de que o ser humano não é formado somente por um corpo físico.

Leia também:  Obsessores: Conheça os terríveis espíritos que gostam de sujeira!

Os seres humanos são criaturas duais, formadas por um corpo físico e uma realidade sutil ou espiritual. Portanto, o ser humano é uma criatura que está ao mesmo tempo com os pés no mundo físico e a cabeça no mundo espiritual, interagindo o tempo todo com a realidade espiritual que o cerca.

Somos seres espirituais animando corpos físicos e nosso corpo material não é nada mais do que o reflexo da nossa realidade espiritual. Portanto, se somos seres espirituais e estamos constantemente imersos no plano espiritual, podemos receber e emitir impressões, pensamentos e sentimentos de outros seres espirituais (encarnados ou não).

Então, quando você pensa muito em uma pessoa, não só ela sente sua interferência como você também sente a interferência dela. É a velha questão da afinidade, da sintonia e da vibração espiritual (Lembra da lei da atração?). Aliás, esse assunto da transmissão de pensamentos é tratado na parapsicologia como Telepatia.

O que diz o espiritismo sobre o ato de você pensar demais em uma pessoa e ela sentir?

Podemos obter pistas sobre a resposta para esta pergunta ao analisar o Livro dos Espíritos, de Allan Kardec (Codificador da Doutrina Espírita). Nesta obra fundamental do Espiritismo, existem alguns trechos que nos esclarecem bastante sobre a comunicação entre Espíritos (encarnados ou não). A este respeito, o seguinte trecho contigo na página 284, questão 420 é muito esclarecedor:

“420. Podem os Espíritos comunicar-se, estando completamente despertos os corpos? “O Espírito não se acha encerrado no corpo como numa caixa; irradia por todos os lados. Segue-se que pode comunicar-se com outros Espíritos, mesmo em estado de vigília, se bem que mais dificilmente.”O Livro dos Espíritos, Allan Kardec, página 284

Como podemos ver, a resposta dos espíritos é afirmativa sobre a possibilidade de comunicação entre dois Espíritos. Ainda, na pergunta seguinte, Kardec questiona sobre a explicação do fato de duas pessoas acordadas terem uma mesma ideia:

421. Como se explica que duas pessoas, perfeitamente acordadas, tenham instantaneamente a mesma idéia?

“São dois Espíritos simpáticos que se comunicam e vêem reciprocamente seus pensamentos respectivos, embora sem estarem adormecidos os corpos.” Há, entre os Espíritos que se encontram, uma comunicação de pensamento, que dá causa a que duas pessoas se vejam e compreendam sem precisarem dos sinais ostensivos da linguagem. Poder-se-ia dizer que falam entre si a linguagem dos Espíritos.
O Livro dos Espíritos, Allan Kardec, página 284 ~285

Leia também:  Como afastar maus espíritos do quarto de dormir? Aprenda agora!

Portanto, a resposta é bem clara e afirmativa sobre a possibilidade de uma pessoa sentir ou receber impressões de outra quando esta se fixa e comunica seus pensamentos sem a utilização da linguagem. Obviamente, para que isso ocorra, há necessidade de que ambas “vibrem na mesma faixa” ou estejam em “sintonia espiritual”.

Mergulho Interior

Pensar em uma pessoa e ela sentir, aparecer ou entrar em contato (ligar, mandar mensagem)

Você já deve ter passado pela estranha experiência de pensar em uma pessoa e ela aparecer ou até mesmo te ligar. Esse tipo de experiência é bastante intrigante mas a explicação para esse fato é a mesma dada acima. Ou seja, ambos os espíritos (seu e da pessoa) se sintonizam e se comunicam espiritualmente por alguns instantes.

Desta forma, a pessoa mais sensível ou reativa acaba possuindo o impulso de entrar em contato para saber se está tudo bem ou simplesmente porque sentiu vontade de saber notícias suas. Aliás, este tipo de conexão espiritual entre duas pessoas é muito comum em momentos de choque emocional ou na iminência de perigos.

Porque eu penso tanto em uma pessoa?

Como dissemos no início deste artigo, as pessoas pensam fixamente em outros seres humanos por algum motivo forte. Na maioria dos casos, uma mãe pode pensar fixamente em seus filhos pelo seu instinto protetor e pelo seu amor por eles, estando constantemente preocupada ou simplesmente sentindo saudades deles.

Enquanto isso, pessoas em relacionamentos amorosos podem pensar o dia inteiro em uma pessoa simplesmente por estarem apaixonadas. Isso é natural, é o desejo de estarem juntos aproveitando a companhia um do outro. Porém, quando isso não é possível, esse pensamento obsessivo pode se tornar perigoso e deve ser evitado. Afinal, você não quer se tornar um espírito obsessor vivo, não é mesmo?

Leia também:  Sinais de espíritos por perto - Aprenda a identificar!

Outras pessoas podem pensar muito em alguém por causa do ódio, por se sentirem ofendidas e magoadas. Em todos esses casos, é necessário que a prática do perdão seja feita pois nutrir maus pensamentos é nocivo para você e para a pessoa em quem você está pensando obsessivamente.

Como parar de pensar muito em uma pessoa e de sentir quando pensam muito em mim?

Devemos compreender que tudo em excesso faz mal, incluindo os pensamentos. A sua mente não deve ser fonte de sofrimento e nem deve conduzir você com base nos seus instintos mais básicos. Você é quem deve conduzir e utilizar sua mente de forma a conquistar o domínio interior e a serenidade resultante disso.

Quando pensamos muito em alguém ou quando somos vítimas de tais pensamentos, isso acontece por causa da nossa falta de controle mental, emocional e espiritual. Afinal, a sintonia espiritual deve existir para que a comunicação ocorra. Portanto, se você quer parar de pensar em uma pessoa, ocupe e domine sua mente.

E se você quer parar de sentir as impressões espirituais que chegam das pessoas que pensam constantemente em você, mude sua sintonia espiritual. A prática de orações é uma das melhores técnicas para elevar sua vibração espiritual e te livrar da ação de espíritos obsessores desencarnados ou obsessores vivos.

Por isso, recomendo que você faça a oração espírita da manhã sempre ao acordar e a oração espírita da noite antes de dormir. Além disso, procure cuidar da higiene dos seus pensamentos, evitando alimentar seus vícios com pensamentos, palavras e ações prejudiciais.

Quando você age assim, você se torna livre dos pensamentos obsessivos dos outros e passa a não pensar obsessivamente em alguém. Afinal, quem se encontra espiritualmente na companhia e na sintonia dos Bons Espíritos dificilmente irá ser vítima dos joguetes da mente e das impressões espirituais negativas das pessoas.


Gostou do artigo? Então COMPARTILHE!!


Mergulho Interior


Deixe uma resposta