Porque espíritos aparecem em fotos? DESCUBRA AGORA!

Provavelmente você já deve ter ouvido falar em espíritos aparecendo em fotos ou até mesmo em vídeos. Mas você sabe porque espíritos aparecem em fotos? Apesar de ser um fenômeno bem comentado, é difícil encontrar uma explicação sobre sua natureza. Se você tem curiosidade sobre esse tema, continue lendo pois neste artigo você irá aprender tudo sobre espíritos e entenderá como esse fenômeno é possível.




Além da aparição em fotos, algumas classes de estudiosos afirmam existir a possibilidade da gravação da voz e da imagem dos mortos através de aparelhos eletrônicos. Esse campo de estudos se chama Transcomunicação Instrumental (TCI) e possui adeptos por todo o mundo, incitando debates sobre a natureza do homem e desafiando o materialismo com seus resultados práticos e impressionantes.

Para que você possa compreender como é possível um “espírito ou fantasma“ aparecer em vídeos ou fotografias, é necessário falar sobre a constituição dos seres humanos. O ser humano possui diversos “corpos” e à primeira vista isso pode parecer estranho, mas o ser humano não é formado somente pelo seu corpo físico.

Seja em doutrinas religiosas ou em tradições esotéricas, a natureza divina do ser humano é algo discutido há muito tempo. Apesar das diferentes hipóteses, a maioria das tradições espiritualistas aceita a premissa de que o homem tem um corpo ou natureza divina, bem como um corpo físico, denso ou animal.

Seja qual for a sua crença a respeito, saiba que o objetivo deste artigo é informar sobre as linhas de pensamento que tratam o assunto da aparição de espíritos em fotos e não queremos pregar uma verdade absoluta, ficando a seu critério acreditar ou não nesta natureza múltipla de corpos que compõe o ser humano.  

Os corpos do homem e as aparições de espíritos em fotos

os corpos do homem - espíritoQuando uma pessoa morre e seu corpo físico inicia um processo de decomposição, a aparência que dá é o fim daquela pessoa. Muitos pensam que a vida daquele homem ou mulher acabou por completo. Mas segundo algumas tradições esotéricas, essa conclusão é errônea, pois apesar do corpo físico do homem ter experienciado a morte, ainda restam-lhe alguns corpos ou princípios.

Gérard Anaclet Vincent Encausse, mais conhecido como Papus, foi um ocultista de grande renome e seus trabalhos ainda inspiram o ocultismo ocidental. Vamos utilizar a definição  que ele dá sobre a composição do homem, em sua obra “Lo que les sucede a nuestros muertos – em português: O que acontece com nossos mortos ”.

  1. O corpo físico
    Segundo Papus, o homem possui um corpo físico que é cedido pela Terra para sua existência, estando ligado à ela pelos alimentos que necessita para se manter.
  2. O corpo Vital
    Este corpo, segundo papus, é como uma centelha que enlaça os dois pólos da constituição do homem, unindo o corpo abaixo e o Espírito acima.
  3. O Espírito imortal
    O Espírito Imortal, que é unido através da intuição, sensibilidade e Vontade, às forças do plano invisível.

Segundo Papus, enquanto o homem está “vivo”, esses três princípios ou “corpos” estão intimamente ligados, sendo o Espírito liberado durante o sono e permitindo que a “Vida” purifique o corpo, fazendo a manutenção do funcionamento dos órgãos e demais processos orgânicos do ser humano.




Leia também:  Espírito obsessor pode causar depressão? Descubra agora!

Basicamente, o corpo físico está ligado à terra, a vida está ligada aos Astros e à Vida Universal através da respiração do homem. O Espírito está unido ao plano divino e às forças superiores, com isso já podemos perceber que a morte do corpo físico nada mais é do que a extinção da força vital que mantém o corpo físico vivo e funcionando adequadamente e se existem outros corpos, essa pode ser a resposta à pergunta do porque os espíritos aparecem em fotos.

O que ocorre com nossos corpos ou princípios no momento da morte física?

Aparição de espíritos em fotos

No momento da morte, a centelha vital ou força vital, agrupa-se em dois polos:

  • Uma parte, a mais luminosa, permanece em torno do Espírito e forma o corpo astral, um corpo sutil que envolve o espírito no plano dos Astros
  • Uma outra parte, a mais densa, permanece no corpo físico, tornando-se cadáver. O cadáver retorna à terra, como o casulo de uma borboleta é abandonado após perder sua utilidade.

As forças decompositoras da natureza podem fazer seu trabalho e destruir o corpo físico, agindo como a traça que come uma roupa. Esse processo é simplesmente a terra consumindo o que é da terra, mas este corpo já não está mais unido ao Espírito que o habitava senão por uma ligação bem sutil.

Então o espírito mantém sua personalidade total e sofrendo o choque de passar entre um plano e outro, acaba tendo um entorpecimento de suas faculdades por um momento. Nessa fase do processo da “morte”, o Espírito seria amparado pelos seres espirituais e poderia manifestar e evoluir suas faculdades intelectuais que permaneceram no corpo mais sutil.

Como o espírito pode agir no mundo material e aparecer em fotos?

O falecido, agora em astral, passa a ter uma limitação para atingir diretamente a matéria, pois seu corpo agora é muito sutil, atravessando objetos sólidos como a luz atravessa o vidro. Para que ele possa agir aqui no plano físico, precisa ser condensado por meio de uma resistência ou utilizando a força vital de um médium humano.




Como se pode ver, para manifestação no plano físico esse corpo astral precisa de algum suporte material. Desse modo, o corpo astral pode ser transformado em calor e através de meios especiais, ser transformado em eletricidade. Assim, este tipo de corpo pode afetar os órgãos nervosos e os cérebros dos seres vivos, pois eles trabalham com impulsos elétricos.

Essa capacidade do corpo astral atuar sobre o mundo material, se condensado por uma resistência ou utilizando a força vital de um médium humano é justamente o que possibilita a influência de espíritos em equipamentos fotográficos, gravadores e outros. Afinal, esses equipamentos também trabalham com resistências e impulsos elétricos, não é mesmo?

Com essas informações, podemos especular que existe a possibilidade de um falecido interferir no mundo material,  seja em equipamentos eletrônicos ou em cérebros e órgãos nervosos dos seres vivos. Lembrando que todas essas informações se encontram de maneira resumida e interpretadas pelo autor, estando agrupadas neste artigo para a exemplificação do fenômeno da aparição de espíritos em fotografias.

Leia também:  Pessoas com energia negativa como identificar

Agora que compreendemos, de maneira especulativa, que é possível que um espírito possa agir sobre cérebros de seres vivos, órgãos nervosos e sensoriais, além de equipamentos eletrônicos, vamos analisar os dois tipos mais comuns de fotografias que são tidas como fotos onde aparecem espíritos.

Fotos com manchas onde aparecem espíritos

Neste tipo de foto, geralmente existem manchas ou demais perturbações óticas que levam as pessoas a associarem as formas que aparecem na imagem com a forma de seres humanos, espíritos, animais, anjos, demônios etc.

Isto se dá por causa de um fenômeno chamado “pareidolia”, com a seguinte definição, segundo o Wikipédia:

“A pareidolia é um fenômeno psicológico que envolve um estímulo vago e aleatório, geralmente uma imagem ou som, sendo percebido como algo distinto e com significado. É comum ver imagens que parecem ter significado em nuvens, montanhas, solos rochosos, florestas, líquidos, janelas embaçadas e outros tantos objetos e lugares. Ela também acontece com sons, sendo comum em músicas tocadas ao contrário, como se dissessem algo. A palavra pareidolia vem do grego para, que é junto de ou ao lado de, e eidolon, imagem, figura ou forma. ”

Por conta dessa possibilidade da imagem ser interpretada como um fenômeno de pareidolia, não é recomendado que se atribua muita credibilidade como uma foto que prova a existência de um espírito naquele ambiente.

Como podemos ver, nem todas as “fotos de fantasmas” são exatamente espíritos. Algumas, inclusive, podem ser resultado de falsificações ou manipulações de luz. Um pouquinho de ceticismo é sempre interessante para evitar situações de autoengano.

Fotos reais onde espíritos aparecem 

fotos com espiritos no fundo
Fonte: BBC, Créditos: National Media Museum

Este tipo de foto ocorre quando existe uma presença nítida de um espírito em uma foto, não sendo possível dizer que esta foto foi produto de montagem, engano/pareidolia ou acidentes óticos aleatórios.

Geralmente sua credibilidade é aumentada com testemunhos de pessoas que estavam no momento e local onde a foto foi tirada e atestam que o “espírito” da foto não era uma pessoa fisicamente presente ali.

Neste tipo de fotos de espíritos, a característica marcante é uma grande nitidez que possibilita a manifestação da imagem reconhecível da entidade. Indo desde imagens bem visíveis, quase sempre impossíveis de alegar que são simples perturbações óticas, até mesmo imagens com partes muito nítidas que vão perdendo a forma e se esfumaçam em suas extremidades.

Você pode encontrar diversos tipos de fotos de fantasmas em uma rápida pesquisa no Google mas raras são as fotos com laudo pericial comprovando a autenticidade. Então é preferível ter cautela diante dessas imagens e buscar sempre fontes idôneas.

Um pouco mais sobre manifestação de espíritos em fotos e gravações

 

Leia também:  Sabedoria da Mata: Pajelança e Espiritualidade Indígena Documentário

Além de fotos, existe a possibilidade da aparição de espíritos em vídeos e em gravações de áudio. Esse fenômeno da aparição da “voz de espíritos” em áudio é também chamado de Fenômeno de voz eletrônica (EVP). Neste caso, a pessoa faz uma gravação e alguma voz de origem desconhecida acaba se manifestando na gravação, tendo seu registro armazenado no gravador.




Este artigo foi feito com base em diversas fontes de pesquisa e não reflete exatamente as opiniões de cada uma das vertentes usadas como fonte, muito menos reflete a opinião dos pesquisadores da Transcomunicação Instrumental. Alguns vão aceitar este tipo de raciocínio e outros não, não temos o objetivo de impor verdades.

Com as explicações especulativas apresentadas nesse artigo, podemos finalmente explicar a questão inicial do porque espíritos conseguirem aparecer em fotos e afirmar que segundo a linha de raciocínio da sobrevivência do espírito após a morte é possível que espíritos ou fantasmas apareçam em fotos e em gravações de áudio e vídeo.

Além disso, não queremos fazê-lo acreditar ou desacreditar este tipo de fenômeno, nosso objetivo é apenas informativo e cabe a você efetuar pesquisas mais aprofundadas caso sinta interesse. Em caso de interesse, um ótimo ponto de partida para aprofundamento sobre o assunto é este vídeo com o Físico Prof. Dr. Ernst Senkowski, grande entusiasta e pesquisador de TCI.

Se você quiser saber mais sobre os EVPs, fotos de espíritos e demais assuntos relacionados à Transcomunicação Instrumental, sugiro os seguintes sites para pesquisa:

www.redetcibrasil.net/

https://www.facebook.com/canaltcisuelypinheiro/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Transcomunica%C3%A7%C3%A3o_instrumental

https://www.ippb.org.br/textos/especiais/editora-vivencia/transcomunicacao-instrumental-novos-contatos-registrados

https://g1.globo.com/pop-arte/flip/2018/noticia/2018/07/26/flip-2018-mesa-mostra-gravacoes-de-hilda-hilst-tentando-falar-com-mortos-e-cineasta-diz-que-poeta-esta-vivissima.ghtml

Cadastre-se e receba novidades por email!

https://www.ipati.org/


Gostou do artigo? Então COMPARTILHE!!