Médium vidente – sintomas e características: Conheça agora!

A mediunidade é uma capacidade extraordinária que permite que os mistérios da vida após a morte sejam desvelados. Dentre os tipos de mediunidade existentes, um dos que mais desperta a curiosidade das pessoas é a mediunidade de vidência, que permite que pessoas vejam espíritos desencarnados e outros seres do plano espiritual. Assim, muitos se questionam quais são os sintomas que um médium vidente experimenta. Quer conhecer esses sintomas? Então continue lendo esse artigo!

A mediunidade de vidência é um tipo mediúnico que pode ser bastante desafiador, principalmente para os médiuns ostensivos que ainda não dominam plenamente as suas habilidades . Assim, um médium vidente pode sofrer com uma grande quantidade de sintomas , incluindo a visão de vultos e outros tipos de aparições.

Portanto, neste artigo iremos abordar os sintomas mais comuns que os médiuns videntes podem experimentar quando sua mediunidade está reprimida ou em estágio de desenvolvimento pouco avançado. Dessa forma, você saberá se é um médium vidente, sendo capaz de realizar seu desenvolvimento mediúnico.

Afinal, o que é um médium vidente?

O médium vidente é uma pessoa possuidora da capacidade de ver entidades espirituais, formas-pensamento, cascões astrais e outros tipos de energias sutis que não são vistas por pessoas com pouca sensibilidade mediúnica.

Allan Kardec (Codificador da Doutrina Espírita), em seu “O Livro dos Médiuns“, explica o seguinte sobre os médiuns videntes:

167. Os médiuns videntes são dotados da faculdade de ver os Espíritos. Alguns gozam dessa faculdade em estado normal, quando perfeitamente acordados, e conservam lembrança precisa do que viram. Outros só a possuem em estado sonambúlico, ou próximo do sonambulismo. Raro é que esta faculdade se mostre permanente; quase sempre é efeito de uma crise passageira. Na categoria dos médiuns videntes se podem incluir todas as pessoas dotadas de dupla vista. A possibilidade de ver em sonho os Espíritos resulta, sem contestação, de uma espécie de mediunidade, mas não constitui, propriamente falando, o que se chama médium vidente. Explicamos esse fenômeno em o capítulo VI — Das manifestações visuais.

O Livro dos Médiuns, Página 243, Allan Kardec

Como podemos observar, as manifestações da mediunidade de vidência podem ocorrer naturalmente em momentos de crise e se mostram passageiras. Assim, nem sempre a pessoa precisa se preocupar de ser ou não uma médium vidente.

Médium é toda pessoa capaz de ser intermediário entre o plano físico e espiritual. Segundo Allan Kardec, todos somos mais ou menos médiuns, variando conforme o nível de sensibilidade de cada um.

Porém, algumas pessoas possuem uma sensibilidade muito mais aflorada, experienciando diversos fenômenos e sintomas em suas vidas.

Assim, as experiências de um médium vidente ou clarividente podem ser bastante desafiadoras, afinal, todo um mundo oculto se desvela diante de seus olhos.

Em alguns casos, esse tipo de mediunidade de vidência ou clarividência acompanha o médium desde a infância mas também existem casos onde o afloramento da mediunidade de vidência ocorre na adolescência ou já na idade adulta.

Esse aflorar vai ocorrer de acordo com decretos cármicos ou até mesmo como resultado de um treinamento sério de desenvolvimento mediúnico, como o de ativação da glândula pineal.

Sintomas do médium vidente

Os sintomas de vidência mais comuns são normalmente relacionados a visão de espíritos e luzes de origem espiritual, percepção de imagens mentais e outros fenômenos sem explicação material.

Confira a seguir os principais sintomas de um médium vidente:

  • Visão de manchas coloridas em ambientes escuros
  • Visão de vultos, sombras e luzes sem explicação natural
  • Visão de espíritos de pessoas falecidas
  • Visão de criaturas “demoníacas”, “anjos” e outros seres
  • Visão de espíritos em sonhos (Comum a todos os médiuns)
  • Visão de cenas em sua tela mental de forma bastante nítida (Assassinatos, pessoas, espíritos, mortes acidentais)
  • Visão de Auras de pessoas, animais ou objetos
  • Visão de imagens espirituais em espelhos ou outras superfícies espelhada

Como saber se sou clarividente?

Se você tem algum dos sintomas listados, é importante que você procure um médico para saber se existe alguma doença que cause estes sintomas. Somente após descartar esta possibilidade você deverá analisar a questão do ponto de vista espiritual. 

Após afastada qualquer causa orgânica, se você tem os sintomas de vidência mediúnica listados acima, muito provavelmente você é um médium vidente.

Assim sendo, o ideal é que você estude mais sobre o assunto e faça um processo de desenvolvimento das suas habilidades.

Sou médium vidente, e agora?

Um médium não tem a obrigação de desenvolver sua mediunidade para pagar dívidas cármicas nem por “missão”. Aliás, o segundo trecho do Livro dos Médiuns deixa isto bem claro:

171. A faculdade de ver os Espíritos pode, sem dúvida, desenvolver-se, mas é uma das de que convém esperar o desenvolvimento natural, sem o provocar, em não se querendo ser joguete da própria imaginação. Quando o gérmen de uma faculdade existe, ela se manifesta de si mesma. Em princípio, devemos contentar-nos com as que Deus nos outorgou, sem procurarmos o impossível, por isso que, pretendendo ter muito, corremos o risco de perder o que possuímos.

O Livro dos Médiuns, Página 247, Allan Kardec

Se desejarem, médiuns videntes podem desenvolver suas habilidades para aprenderem a dominá-las, deixando de sofrer com a falta de controle e com os vícios da sua mediunidade pouco desenvolvida.

Também é bom destacar que o fenômeno da mediunidade não é propriedade de nenhuma religião. Afinal, ela é uma habilidade humana e natural, podendo ser desenvolvida tanto em contextos dogmáticos(religiosos) quanto em contextos não dogmáticos.

O desenvolvimento pode ser realizado através de diversas técnicas que vem sendo utilizadas em inumeráveis doutrinas e tradições desde tempos imemoriais. Portanto, existem opções de desenvolvimento mediúnico tanto para os religiosos quanto para os que não gostam de aderir à nenhuma doutrina.

Além disso, recomendamos que você inicie práticas meditativas. A meditação é capaz de lhe auxiliar bastante em seu equilíbrio mental e espiritual, permitindo que você controle melhor sua capacidade mediúnica.

Em nosso blog você encontra diversos exercícios de meditação e visualização, incluindo um que ensina como você pode entrar em contato com seu mentor espiritual.